Fã Site Entrevista Nikki, Peter E Elizabeth Durante A Comic- Con
por: Mayara • em: 25/07/2012 • categorias: Elizabeth Reaser, Entrevista, Nikki Reed, Peter Facinelli, traduçãoNenhum Comentário »

Um fã site de Crepúsculo conseguiu entrevistar a Nikki, o Peter e a Elizabeth durante a Comic- Con 2012. Confiram a entrevista:

Fã site – O quão difícil foi para vocês, como personagens, trabalhar com a Kristen como vampira, em oposição a trabalhar com ela como humana.

Elizabeth – Eu acho que foi bastante divertido. Tem uma cena em que ela quase matou o Taylor. E eu acreditei naquele momento que ela era forte o bastante. Ela estava muito comprometida, como vampira, Vampira Bella, o que é completamente diferente, ela estava assustadora, realmente muito forte.

Peter – Era uma pessoa totalmente diferente. O que foi bem legal. Ela cresceu, amadureceu, se tornou forte e confiante. Foi como se estivéssemos lidando com uma pessoa totalmente diferente .Tipo, Bella normalmente é fraca e frágil.  Não “frágil”, mas frágil no sentido de nós como vampiros sempre olhar para ela como se devêssemos protege-la. E eu não senti mais isso. Eu senti como, está é uma mulher que pode se defender.

Elizabeth – Ela poderia nos matar.

Peter- Ela era mais forte que nós.

Fã site –  Mas foi estranho para vocês? Porque em um dia ela seria a Bella vampira, e no outro ela era a Bella humana, porque vocês filmavam os dois filmes simultaneamente? Foi estranho?

Nikki – Não…

Elizabeth – Não foi apenas Bella humana, mas uma Bella caindo…

Nikki –  aos pedaços? ( todos riem)

Fã site – E  então no dia seguinte ela era a linda vampira Bella…

Nikki – Era bizarro.

Elizabeth – Era estranho vê-la se desfigurando assim porque parecia tão real. Ficou bem feito.

Nikki – O último, as duas partes, foi a única vez que minha personagem e da Bella interagiram, e tiveram alguma amizade e um sorriso aqui e ali…

Fã site – Brigando pela mesma causa.

Nikki – Exatamente. A dinâmica era diferente.

Fã site – Nikki, você disse no painel mais cedo que vocês meio que cresceram juntos no set, e nós perguntamos isso a Mackenzie, e eu acho que seria legal te perguntar, especialmente com o Peter e a Elizabeth sentados aqui. O que você aprendeu “crescendo” no set com os outros atores que você trabalhou? Eu sinto como se isso fosse algo benéfico para todas as partes, tenho certeza.

Nikki – Hm, eu acho que seria impossível falar de cada ator, e chegar a uma resposta genuína, porque foram tantos. Mas certamente aprendi trabalhando com esses dois que estão sentados aqui comigo, e com Billy Burke e Michael Sheene. Vocês ( aponta para Peter e Elizabeth) trabalham de uma forma que eu realmente admiro. Quero dizer, eu me lembro de ver a Elizabeth no filme “Sweet Land” e pensar : “Não acredito que ela não tenha sido nomeada ao Oscar!”. Eu acho que ter a chance de trabalhar com pessoas como essas, você realmente tenta absorver algo disso. Eu me inspiro nesses dois. Eles tem uma ótima ética no trabalho. Eu realmente acho que seja importante quando você tem tantas outras pessoas trabalhando com você, ter uma pessoa que não deixa ninguém “sair dos trilhos”, entende o que eu digo? Alguém que mantenha todos juntos, sem perder a cabeça. Tem sido uma jornada, foram quatro anos e meio, e todos nós crescemos muito. É triste.

Fã site – E para seguirmos, tem algo que vocês Elizabeth e Peter aprenderam com os atores mais jovens?

Elizabeth – Eu nunca tinha cozinhado na minha vida, e agora eu faço arroz e alguns legumes.

Nikki – Ela cozinhava para mim.

(Elizabeth balança a cabeça)

Nikki – Você cozinhava sim!!

Elizabeth: – Eu não estava no nível que você estava, eu só ia no mercado e comprava alguns vegetais e os cozinhava. E nada disso tinha acontecido antes de eu conhecer a Nikki Reed. Mas de verdade, em termos de trabalho, eu acho que eu estava “roubando” um pouco de todo mundo.  Quero dizer, eu acho que a Nikki tem um comprometimento quando ela está em cena, e ela traz tanta energia a aquela cena, ela é diferente de todo mundo na tela. E isso é especifico dela. O que ela fez com a Rosalie, sua criatividade, o jeito que ela pensa na cena e na sua personagem. Ela põe tanto esforço nisso.  E bem… estou pensando nos que estão sentados aqui. Com o Peter, eu estou sempre ouvindo o jeito que ele fala desses personagens,e meio que roubando suas teorias, porque, de novo, ele é alguém que eu realmente admiro. E estando em uma cena com ele, você não pode ignorar isso, você realmente tem que aparecer e fazer o melhor possível, especialmente como a Nikki disse, nós somos um time. E você não pode deixar seu time fracassar.

Peter – Eu acho que a idade não importa para mim, quando você está trabalhando com pessoas talentosas você se sente inspirado. Seja essas jovens ou não. Você realmente olha para as pessoas que você trabalha e elas te inspiram de maneiras diferentes. Eu fui inspirado pelas pessoas nessa sala, e pelos outros atores com quem trabalhei.

Fã site – Indo um pouco mais longe, você aprendeu algo do seu personagem que te surpreendeu?

Peter – Eu sempre digo que eu ponho um pouco de mim nos meus personagens, mas eu também sempre levo algo deles comigo quando termino de fazê-los. Com Carlisle, eu aprendi a ter muita paciência.

Fã site – Isso é o super poder dele

Peter – Não. É compaixão.

Fã site – Compaixão! Lá vamos nós.

Peter - Paciência é seu secundo super poder.

Fã site – Peter está nos ensinando sobre Crepúsculo hoje… (risos).

Peter – Ele tem bastante paciência. Ele tem muita sabedoria, e ele pensa muito, e eu sempre admirei isso nele, até  em se tratando das minhas filhas, porque Carlisle é  para mim tipo um pai perfeito. E eu aprendi paciência com ele.

Fã site – Para os fãs, de um filme para  outro, todos ficam animados para ver as mudanças, e as vezes não tão animados para ver as mudanças. Tem algum filme em que vocês pensaram ” Uau, eu estou demais!”? ( todos riem)

Nikki – Eu tive alguns momentos com o Peter sobre esse assunto. Eu ficava tipo, “seja honesto”.

Peter – Eu acho que você estava bonita em Eclipse. Essa foi a melhor, quando você teve que pintar. Foi a melhor.

Nikki – Eu me sentia da mesma forma sobre isso mas alguém veio e me disse ” Não, eu fiquei desapontado com seu cabelo”. Sabe, você sempre coloca fé nisso, e o diretor, e você acredita que eles vão fazer o melhor, mas realmente é bizarro. Eu não sei sobre vocês, mas meu processo, bem, eu tento não ficar obcecada com o jeito que eu vou ficar. Quero dizer, eu fico (risos) mas não é o ponto principal, entende? Isso era muito a prioridade de muitos de nós nesses filmes, era tipo ” Como nós estamos?”.

Elizabeth – O que nós parecíamos e como nós achávamos que devíamos parecer. Tento ser simples, menos é mais, menos cabelo,menos maquiagem, menos cílios. Mas é traiçoeiro porque eu tinha a peruca, eu tinha que pintar meu cabelo de vermelho, e então eu tive escurecer meu cabelo, e depois fazer luzes. Eu ainda não sei como meu cabelo se parece. Eu adoraria saber o que a Stephenie Meyer pensa. Mas isso é o que acontece nos filmes,sabe? As vezes sai do controle. É muita gente!

Nikki- Muita gente!!

Elizabeth  - E a última coisa que você sabe é… que você tem uma fruta na sua cabeça.

Peter – Não é seu trabalho se tem um problema com o cabelo. Tem uma pessoa para cuidar do cabelo, e isso é o trabalho dele ( todos riem). Meu trabalho é trazer meu personagem a vida, o trabalho deles é ter cuidado com nosso cabelo. Então você está em constante batalha com aquela pessoa, porque você fica, ” Eu quero ficar bonito”.  Eles tentam te fazer parecer de uma certa forma, e eu fico…em um determinado momento você fica, ” Oh, isso é o trabalho deles, deixe eles trabalharem”. Tem horas que eu me olhava no espelho e eu parecia um cruzamento entre o boneco Ken com o Ronald McDonald.

Nikki – Isso é sobre o que eu disse aquela vez?

Peter – Você pode ter colocado isso na minha cabeça.

Nikki- Mas sabe o que? Eu acho justo nós dizermos que nós mudamos de maquiagem e pessoas que cuidam do nosso cabelo a cada filme. O que foi complicado porque tínhamos uma nova pessoa a cada vez.

Peter – Uma nova pessoa que tínhamos que confiar.

Elizabeth – E eles tinham muitos desafios.

Nikki – Sim. Peter… E eles sempre queriam consertam algo do anterior, colocar uma nova marca no que eles estavam fazendo.

Fã site – Você tem um preferido ?

Peter – Eu gosto do meu cabelo em Crepúsculo porque era meu cabelo e eu tinha pintado, se eu tivesse que escolher uma peruca que foi no 2,3,4,5…

Elizabeth – Não a 4 ou 5 ( todos riem)

Peter – Teve momentos no 4 e 5…

Elizabeth – Todas tiveram momentos ( todos riem).

Nikki – Esse é um assunto sensível para mim e para o Peter porque nós somos os únicos que sentamos de frente as pessoas, e temos reações do tipo, ” Uau, vocês realmente são bonitos pessoalmente!”. Isso é o que as pessoas mais dizem sobre nós.

Peter – A de Eclipse não era tão mal. Era meio curta, mas se tivesse que escolher eu escolheria a de Crepúsculo.

 

Fonte

Tradução: Equipe NikkiBrasil

 

 



Os comentários deste post estão fechados!